fbpx

3 Técnicas: Desbloqueio da Criatividade

Travou? A gente te traz de volta. Separamos três técnicas para você incorporar na sua rotina criativa que ajuda no desbloqueio da criatividade. A única regra é se jogar sem medo, com abertura para testar algo diferente. Vem com a gente?

A criação tem uma característica não linear – às vezes criamos bem, outras não. Aceite que a criatividade precisa ser nutrida para existir, e que nem sempre você vai criar coisas maravilhosas. Mas você precisa exercitar.

Cada processo criativo é único. Aqui são apenas três exercícios para você tentar incluir na sua rotina, caso esteja muito travado. Eles não vão te dar resutaldos imediatos, mas podem acender faíscas.

A criatividade está centrada no ato de fazer, e não no resultado.

1. Páginas Matinais

Este é um exercício proposto no livro O Caminho do Artista, de Julia Cameron. Escreva três páginas todas manhãs ao acordar. Sobre qualquer coisa.Três páginas. Sem julgar.

Escrever não está diretamente relacionado à criação de design, mas pode ajudar a destravar e desligar o julgamento.

Lembre-se: criar é voltar a ser criança. Como fazer isso se estamos cheios de amarras? Libere os monstros nos papel.

“As páginas matinais ensinarão que seu estado de espírito realmente não importa. Grandes trabalhos criativos são realizados naqueles dias em que você acha que está produzindo apenas lixo.

As páginas lhe ensinarão a parar de julgar e apenas escrever. E daí que você está cansado, irritado, distraído, estressado? Seu artista é uma criança e precisa ser alimentado. As páginas matinais alimentam a criança artista. Portanto, escreva!”

O Caminho do Artista, Julia Cameron

2. Seja alguém interessado(a)

Como anda a sua habilidade de se espantar com o mundo? Gostamos de transitar por ambientes inspiradores, estar cercados de outras pessoas que criam e estimulam nosso pensamento automaticamente. No entanto, a busca por “pessoas interessantes” pode estar bloqueando a sua criatividade.

Comece a cultivar o interesse dentro de você, mesmo pelas coisas ordinárias.

Estar mais disponível para as pessoas no dia-a-dia vai te ensinar a nutrir mais entusiasmo pelas coisas. Fale menos e escute mais.

O inusitado está escondido nas pequenezas da vida. Em uma conversa de bar, em um acontecimento pequeno. Preste atenção no ordinário.

“Desenvolva interesse na vida que está diante de você; nas pessoas, nas coisas, na literatura, na música – o mundo é tão rico, simplesmente pulsando com ricos tesouros, lindas almas e pessoas interessantes. Esqueça-se de si mesmo.”

Henry Miller

3. Esqueça a internet por um momento

Quantas vezes você começou a criar sem usar referências? O foco em buscar tendências e referências em grandes estúdios pode estar fazendo com que todos projetos se pareçam entre si.

Você está nutrindo e utilizando o seu repertório interno? Quando começar um novo projeto, pense em tudo que você sabe sobre aquele assunto sem olhar para referências. Você pode se surpreender.

Pense no tema principal do seu projeto sem pesquisar sobre o assunto.

Exemplo: você está começando um projeto de branding para uma marca de lenços. Antes de pesquisar, abra um caderno e escreva o que você sabe sobre lenços. Pense em que imagens vem a sua cabeça, que tipo de embalagem você conhece, que histórias pessoais você tem com o assunto.

Dica: Crie uma pasta no seu computador ou celular para começar a criar um repertório pessoal de texturas e imagens. Alimente-o ao viajar, passear na rua, etc. Crie um novo Google que só você tem acesso.

“A criação é um pássaro sem plano de voo que jamais vai voar em linha reta”.

Violeta Parra

E aí? Curtiu essas 3 técnicas para desbloquear a criatividade? Antes de mais nada, espero que esse conteúdo possa te inspirar e ajudar! Você também pode gostar do nosso post Criando um repertório de design infalível. Leia aqui.

Quer saber mais?

Assine o Design Drops Valkiria, nossa curadoria de conteúdos exclusivos por email para quem deseja viver de design. Clique aqui para se cadastrar!

design-blog-valkiria-bruna-dipp