criatividade-processo-everything-is-a-remix

A criatividade como um processo

Um dos jargões que estamos habituados a ouvir é que a criatividade está restrita somente à alguns privilegiados. Na verdade, essa ideia não se aplica na prática.

 

Geralmente, a falta de criatividade da maioria das pessoas está conectada à alguns bloqueios que fazemos de forma inconsciente no momento de dar asas para imaginação.

 

É comum termos medo de dar o primeiro passo, de arriscar, de perder o controle, de ser julgado e, acima de tudo, medo de errar.

 

A verdade é que todos nós temos um potencial criativo muito maior para ser explorado. A criatividade funciona como um músculo que precisa ser trabalhado para se fortalecer. Precisamos treinar.

 

Por isso, vamos compartilhar um processo que pode facilitar para dar asas à imaginação.

 

Inicialmente, é fundamental alinhar o conceito do que é uma ideia. Ideias não são nada mais que uma combinação de elementos já existentes. Ao mesmo tempo, gerar ideias é o simples fato de fazer conexões, de enxergar um pouco além e conectar os pontos.

 

Copiar, transformar e combinar.

Você sabia que através deste simples passo a passo, inovações podem surgir?

 

criatividade-processo-everything-is-a-remix

Velcro – Velour and Crochet, George de Mestral. Invenção que nasceu a partir de um passeio despretensioso com seu cachorro. Mestral ficou intrigado como a planta, conhecida como pega-pega, grudou nas suas calças e no pêlo do cão. Por isso foi pesquisar em um microscópio e percebeu que haviam pequenos ganchos que agarravam no tecido. Com esse descoberta, ele criou a patente mundial de um fecho de contato.

 

criatividade-processo-everything-is-a-remix

Tênis Nike – Coach Bowerman. A inspiração para o solado do novo tênis Nike criado por Bowerman foi um eletrodoméstico comum nas cozinhas americanas: a máquina de waffle. A referência ficou nítida no resultado da sola, que além do design inovador, também proporcionava conforto para o calçado.

 

 

“A pessoa criativa é alguém comprometido com a ideia de que deve haver uma maneira melhor de fazer as coisas. “

– thebookoflife.org

 

O processo criativo

No trabalho criativo, há um processo que geralmente é seguido por todos, sendo consciente para algumas pessoas e inconscientemente pela maioria. O processo consiste em 5 etapas que podem ajudar desabrochar a criatividade presente em todos nós. São elas: preparação, esforço concentrado, incubação, iluminação/insight e continuação.

 

A preparação é o momento inicial, de definir o problema em questão, coletar as informações e habilidades necessárias para solucionar o problema.

 

Seguindo, se avança para o esforço concentrado. Um período de trabalho duro e de frustração, pois muitas das ideias geradas não agradam e o problema persiste.

 

Já na fase seguinte, de incubação, é o momento de digerir todo trabalho feito até aqui. O subconsciente das nossas mentes passa a tomar conta e o poder imaginativo aumenta.

 

Passado a fase mais complicada, chega-se no momento do insight, de iluminação. É a hora mágica em que tudo acontece e a solução se apresenta.

 

Por fim, a continuação. Criatividade é um processo contínuo, que precisa ter sequência e ser posto em prática para se obter o verdadeiro valor.

 

Esse é um processo simples que pode auxiliar no crescimento da criatividade. Não existe uma norma rígida, mas no momento em que colocado em prática, pode-se notar que esse passo a passo faz sentido e colabora para elucidar os pensamentos.

 

 

Mais dicas

Aqui separamos outras práticas para você exercitar a sua criatividade.

# mude os seus autores e o seu assunto favorito;

# leia dicionários, notas miúdas, mitologia, contos populares;

# coloque no papel e não no computador;

# faça algo que você já se sabe de uma maneira diferente.

 

Por isso, a nossa dica final é não tenha medo de arriscar e errar, comece a trabalhar a criatividade que existe dentro de você!

 

 

 

design-blog-valkiria-thomas-wilms

 

 

Créditos:

Bernie Roth, 1973 – Design Process & Creativity.

Dorte Nielsen e Sarah Thurber, 2016 – The secret of the highly creative thinker.

Post a Comment