fbpx

8 Estilos Visuais de Filmes e Séries

 

Já ficou atento à abertura dos filmes e séries que você assiste? Eles são uma excelente fonte de estilos visuais para utilizar em projetos. Se liga nessa lista de referência e entretenimento.

 

 

Anatomia de um Crime (1959)

Title Designer: Saul Bass

 

Saul Bass é um dos pioneiros do chamado title design, que nasceu nos anos 50. A abertura do Anatomia de um Crime o tornou famoso e também virou uma peça clássica de design gráfico: ele utilizou elementos simples, em um conceito bem amarrado que apresentava o filme.

 

 

Prenda-me Se For Capaz (2002)

Studio: Nexus Productions, Add a Dog

 

A sequência de abertura do filme de Spielberg é uma versão moderna e artesanal do trabalho de Saul Bass. Os designers repaginaram o estilo de Anatomia de um Crime para uma sequência colorida, que incorpora o lettering ao cenário e às animações da abertura.

 

 

Um Corpo Que Cai (1958)

Title Designer: Saul Bass

 

Outra abertura de Bass é do filme Vertigo, do mestre Hitchcock. Você já deve ter visto o cartaz por aí, que também virou uma peça clássica do design gráfico. Uma combinação de formas espirográficas, ilustração e lettering traduzem belamente o conceito da história.

 

 

Stranger Things (2016)

Studio: Imaginary Forces

 

A série Stranger Things é um prato cheio de referências dos anos 80. E não poderia ser diferente para a abertura, que faz uma homenagem a filmes e capas de livros que marcaram essa época. É marcante: um grande zoom na tipografia de bordas brilhantes.

 

 

Dr. Strangelove (1964)

Title Designer: Pablo Ferro

 

Outro grande nome no cinema, ao lado de Saul Bass, é do title designer Pablo Ferro. A abertura para o filme de Kubrick foi bastante inovadora. O lettering foi feito à mão, conferindo um visual mais descontraído em contraposição aos letterings cleans e sóbrios da época.

 

 

Between the World and Me (2020)

Studio: Elastic

 

O documentário da HBO explora questões que cercam Vidas Negras nos Estados Unidos. Texturas de papéis rasgados cobertos de ilustrações e aquarelas, além de títulos em forma de colagem que dão um visual lindo de scrapbook e resgate de memórias.

 

 

The Morning Show (2019)

Studio: Elastic

 

A abertura da série The Morning Show é uma sequência animada de formas abstratas. O movimento das bolinhas faz uma brilhante analogia das interações humanas e de como encontrar nosso lugar.

 

 

James Bond (1962-presente)

Title Designers: Maurice Binder, Robert Brownjohn, Daniel Kleinman

 

 

A sequência de abertura, combinada com músicas inesquecíveis (Live and Let Die, Skyfall) é um dos pontos mais marcantes dos filmes do James Bond. Com 24 filmes que atravessam seis décadas, é uma fonte riquíssima de estilos para se inspirar.

 

 

E aí? Curtiu esses estilos visuais de filmes e séries para se inspirar? Antes de mais nada, espero que esse conteúdo possa te ajudar! Você também pode gostar do nosso post com 7 Referências em Design Gráfico. Leia aqui.

 

Quer saber mais?

Assine o Design Drops Valkiria, nossa curadoria de conteúdos exclusivos por email para quem deseja viver de design. Clique aqui para se cadastrar!

 

 

design-blog-valkiria-bruna-dipp